Buscar

WATCH THE GAP



GAP = quebra de continuidade. Esteja atento!


Quebras de continuidade num padrão linear são decisivas, o que vai ser depois dessa quebra de continuidade? Como você vai olhar pra ela?


No chão tava escrito Watch the Gap e se você não parar e olhar pra essa quebra de continuidade, você sai andando e cai no trilho do trem.


Quando vejo a foto fico lembrando de quantas vezes ouvi a vozinha “as you leave the train, please watch the gap between the train and the platform”. Que é pra gente prestar atenção no buraco que faz entre a plataforma e o trem quando ele para, pra não enfiar o pé e cair.


Porque eu to falando isso?! Aloca! To falando porque ando inspirada demais e olhei pra foto e vi como minhas associações são doidas, mas a gente se encontra num grande GAP da humanidade nessa pandemia. Um GAP pra nossos negócios - empresas que não tiverem ideias novas agora e se readaptarem, não sobreviverão. Um GAP para nós mesmos, como indivíduos - pessoas que não OLHAREM pra esse GAP de verdade, vão perder a grande chance de evoluir com o que estamos vivendo.


As fases difíceis e caóticas servem pra gente crescer de um modo absurdo se a gente souber olhar pra elas e prestar atenção. Tudo serve pra aprender. Não to romantizando e dizendo que é fácil e lindo apenas, mas é só uma escolha: você pode xingar o tempo inteiro que as coisas não estão iguais e não aceitar que não ficarão iguais mesmo. Você pode fingir que nada tá acontecendo e agir como se tivesse igual e acabar colocando você e mais pessoas em risco ou você pode ficar mal, xingar, mas perceber a tempo que isso não resulta em NADA e escolher crescer nesse momento, escolher evoluir como ser humano, escolher ter ideias inovadoras no seu trabalho pra passar por essa lacuna na história de um jeito melhor. Escolher ajudar quem precisa nesse momento e fazer o que está ao seu alcance!


Você pode ignorar o aviso e cair na linha do trem.


Você pode parar no aviso, mas continuar olhando pro celular até o trem voltar.


OU


Você pode olhar pro aviso, tirar uma foto da hora dele e refletir nesse intervalo de tempo, escolher pegar um trem melhor que vai te levar pra um lugar que faz muito mais sentido que o destino anterior.


Pode crê? A gente sempre escolhe.


Já que não posso viajar na matéria, vou parar na mensagem “atente-se a quebra de continuidade” e viajar mais ainda nas ideias, que é o que eu amo! E você? Vai escolher o que?

0 visualização

Giulianne Martins Retratista @2020 - Desenvolvido por Camila Parron